Gamificação para fortalecer o relacionamento com o cliente

 Em Boas práticas, E-commerce, Novidades

Atividades relacionadas a jogos, com regras, pontuação e enredo. Esses são princípios básicos da gamificação (ou gamification, em inglês), que visa a gerar interação e engajamento dos participantes. 

Para as marcas, em uma campanha de e-mail marketing, por exemplo, essa estratégia ajuda na construção e consolidação do relacionamento com os clientes, pois agrega dinâmicas de jogos, gerando interesse e interatividade, ao conteúdo enviado para o consumidor. 

Apesar de não ser comumente utilizada para vendas diretas, essa modalidade forma uma clientela fiel e engajada, que, como consequência dessa relação com o negócio, acaba fazendo novas compras. 

Leia mais: 
>> 6 tipos de e-mail marketing para alavancar seus resultados
>> Para encantar os clientes, invista no e-mail de boas-vindas

Como usar a gamificação 

A gamificação é um tipo de conteúdo interativo, que, para 93% dos profissionais do marketing, é altamente efetiva para educar os compradores. E para 88%, ajuda a diferenciar um negócio da concorrência, segundo a GO-Gulf. Entretanto, para obter os melhores resultados dessa estratégia, é preciso aplicar alguns princípios: 

  • tarefa realizável: atividade que seja fácil de ser realizada; 
  • objetivo claro: regras claras e compreensíveis para todos. Do contrário, a tarefa terá outro efeito, levando o lead ou cliente a desistir da atividade; 
  • design envolvente: jogos são visuais, portanto, é preciso utilizar recursos que sejam interessantes, como imagens, GIFs e textos com gatilhos de interação; 
  • recompensa: nem sempre, você precisa dizer exatamente qual prêmio o cliente irá receber. Porém, é essencial entregar algo durante ou no final do processo, como um cupom de desconto, o direcionamento para uma compra personalizada ou outra recompensa interessante e útil para o participante. 

3 benefícios da gamificação 

A gamificação pode fazer parte de todas as etapas do relacionamento com o cliente, desde a coleta das primeiras informações até o engajamento e fortalecimento dessa relação, amparada por conteúdos interativos variados e desenvolvidos para gerar envolvimento da clientela. 

Confira alguns dos benefícios da gamificação

1. Coleta de dados facilitada 

Os dados são fundamentais para qualquer negócio que busca um relacionamento mais próximo com os consumidores, pois são utilizados para indicar quais produtos e conteúdos são mais adequados para cada cliente, direcionar campanhas de e-mail marketing, gerar insights para as marcas e conversões.

Porém, essas informações tão importantes para os negócios nem sempre são fáceis de serem coletadas, já que as pessoas estão cada vez mais protetivas em relação aos seus dados. Segundo a Forbes, 39% dos consumidores afirmam que abandonam uma marca que solicita muitas informações pessoais, e apenas 15% pensam que os negócios irão usar os dados em benefício do cliente.

Pensando nesse contexto, a gamificação é uma estratégia que pode romper essa barreira. Por exemplo, para estimular o consumidor a fornecer informações e se inscrever na sua lista de e-mail, você pode oferecer um cupom diferenciado, em que a pessoa precisa clicar em uma das opções para descobrir o valor ou porcentagem do desconto.

Vale lembrar que, ao lidar com dados, é importante ser claro sobre o uso e proteção dessas informações, conforme a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que entrou em vigor em setembro de 2020 e prevê multa de até R$ 50 milhões. 

2. O poder das recompensas 

Expectativas e surpresas são muito válidas para as marcas porque levam o cliente a ficar entusiasmado com um produto, ou, no caso da gamificação, com a recompensa que irá receber ao final da atividade proposta.

Segundo a Merkle, 75% dos consumidores querem ser recompensados, e 61% afirmam que a melhor maneira de interagir com eles é surpreendê-los com ofertas ou presentes – entre os jovens, a expectativa é receber presentes de formas mais inesperadas. Desta maneira, a gamificação contempla esses desejos que envolvem surpresas e prêmios. 

Uma das estratégias para surpreender os compradores é o “bilhete dourado” (similar ao do filme “A Fantástica Fábrica de Chocolate”), no qual o cliente participa de um sorteio com premiação especial. Geralmente, essa técnica é usada para divulgar eventos, oferecer descontos e outros prêmios relevantes.

3. Fidelização dos clientes 

Ainda que o conteúdo encaminhado ao cliente seja interessante para ele, a gamificação adiciona interatividade à nutrição e entrega materiais ainda mais diferenciados, desenvolvendo um relacionamento positivo e despertando o engajamento. Assim, gera valor ao seu negócio, que se destaca no mercado, e fornece ao cliente uma maneira de conhecer mais sobre determinado assunto de forma lúdica. 

Para compreender melhor esse conceito na prática, você pode escolher um dos conteúdos do seu blog e transformá-lo em um teste interativo no e-mail, em que, ao acertar a resposta, o comprador é contemplado com cupons ou até mesmo pontos que podem ser acumulados e trocados por produtos. Ao oferecer aos usuários recompensas pela participação no jogo, a fidelização ocorre de forma natural.

4 exemplos de gamificação  

Reunimos alguns exemplos para você se inspirar e aplicar nas suas campanhas de e-mail marketing e ações de comunicação. Veja: 

1. Do it yourself (DIY) 

O jogo pode solicitar que o seu cliente escolha os próprios produtos para montar um kit de produtos. Esta ação pode ser utilizada para variados nichos, como beleza ou material escolar. 

O exemplo abaixo é da DODOcase, empresa de capas sob medida para iPads e iPhones, em que pede para o consumidor escolher virtualmente o visual personalizado da sua própria capa. 

2. Teste de perfil 

Neste caso, o cliente pode responder algumas perguntas que irão lhe direcionar para o melhor produto a partir das suas respostas. O exemplo a seguir é da IGK Hair Products, empresa de produtos para cabelo, em que o resultado do quiz de perfil mostra o melhor penteado para o respondente. 

3. Quiz de personalidade

Além do teste de perfil, a gamificação também pode incluir o quiz de personalidade, que, em vez de abordar características físicas, refere-se a outros traços. Esse tipo de game costuma engajar bastante e, se feito da maneira correta, pode ter uma taxa de adesão de 50%, o que significa que metade das pessoas que fizerem o teste entrarão na sua lista de e-mail, conforme a Interact

O exemplo a seguir é da Enjoei, famoso brechó virtual, que utilizou um modelo mais lúdico e desenhado para atrair o consumidor a realizar o teste de personalidade. 

4. Roda da fortuna 

A ideia deste jogo é bem simples: o cliente clica na roda da fortuna e recebe um prêmio. O exemplo é da Tarte Cosmetics, empresa americana de cosméticos, em que o consumidor pode ganhar 10% ou 15% de desconto, ou frete grátis. 

5. Jogos de datas comemorativas

Entre as opções para gamificação, estão os jogos relacionados às datas comemorativas, que podem ser escolhidas de acordo com o perfil do seu negócio. O exemplo é da Fabiani, loja de roupas masculinas de luxo, que, para a Páscoa, criou vários e-mails com charadas para os clientes responderem e ganharem um desconto misterioso. 

Apesar de ser pouco usada nas campanhas de e-mail marketing, a gamificação pode se tornar uma ferramenta que desenvolve e fortalece o relacionamento com o cliente de uma forma interativa, lúdica e diferente. Assim, a empresa é beneficiada, pois encanta novos consumidores e fideliza os já existentes, ao mesmo tempo em que diverte a clientela, que recebe recompensas por interagir com o negócio. 
Se gostou desse artigo, continue acompanhando nosso blog e fique por dentro das nossas novidades, com dicas e conteúdo especializado em e-mail marketing! E entre em contato com nossa equipe de especialistas para que possamos apoiar o crescimento do seu negócio.

Comece a digitar e aperte Enter para buscar

5 dicas para aumentar o nível de recompra do seu e-commerce