O E-mail Morreu? Confira algumas estatísticas sobre o assunto!

 Em Email Marketing

Esse é um antigo debate entre comunicadores e empreendedores, afinal, nos últimos anos, as novas gerações mudaram seus hábitos de consumo de informação, principalmente devido ao avanço de algumas tecnologias e ao grande sucesso das redes sociais.  Além disso, talvez você tenha usado e-mail na estratégia do seu negócio sem obter resultado.

Mas afinal, será que o e-mail de fato funciona? Ou será que a sua empresa deve adotar uma nova estratégia?

Se você tem essa dúvida, segue conosco!

O E-MAIL MORREU OU ESTÁ VIVO?

O que se percebe é que muitas pessoas determinam que o e-mail não funciona simplesmente porque ninguém mais utiliza o e-mail ou então porque temos uma série de redes sociais, como o Facebook, Instagram, Whatsapp, entre outras, que são bastante utilizadas atualmente.

Sempre que uma nova tecnologia surge e cai no gosto dos usuários, os chamados “gurus” do mercado tendem a afirmar que a ferramenta antiga “está morta”.

A nossa resposta pra essa pergunta “se o e-mail morreu” ou “está vivo” é muito simples: para algumas finalidades o e-mail MORREU!

“Eu já sabia” você deve estar pensando, mas calma, o e-mail morreu somente para algumas finalidades como, por exemplo, se comunicar com a família e amigos, para enviar fotos e vídeos, para encaminhar alguma mensagem importante, para enviar conteúdos engraçados, enfim, o e-mail realmente não é mais utilizado com esse propósito.  Afinal, atualmente nós contamos com formas de comunicação muito mais eficientes e instantâneas.

Agora quando falamos no uso do e-mail para fazer marketing, ou seja, para o relacionamento entre marcas e consumidores, aí o bom e velho e-mail está MAIS VIVO DO QUE NUNCA!

Não acredita? Então confira alguns argumentos que separamos para lhe convencer de que o e-mail pode ser uma excelente ferramenta para o seu negócio.

 

1 – As taxas de abertura do e-mail marketing estão aumentando nos últimos cinco anos

Esta estatística vem de um estudo chamado “2018 E-mail Marketing Benchmark Report”, realizado pela Sign-Up.to,  uma empresa do Reino Unido, que fez um levantamento detalhado sobre as taxas de abertura de e-mail marketing naquele país, de 2012 a 2017, constatando  que as taxas estão subindo, ou seja, as pessoas estão abrindo mais e-mails do que abriam antes, então esse é um primeiro indicador, afinal se as pessoas usassem menos, as taxas de abertura diminuiriam.

2 – No e-commerce brasileiro o e-mail marketing é com frequência a mídia com maior taxa de conversão

A média da taxa de conversão no e-commerce brasileiro é 1.4%, afirma o estudo Ecommerce Radar 2017, feito pela empresa Neomove. O e-mail marketing, segundo esse mesmo estudo, apresenta taxa de conversão de 1.9%, portanto ele converte mais do que a média do e-commerce brasileiro. Esta estatística comprova que o e-mail não somente está vivo como é uma das ferramentas mais eficazes em conversão de vendas.

3 – O  e-mail marketing freqüentemente é a mídia que traz maior ROI no e-commerce

Esse indicativo surgiu com base em nossa experiência dentro da Mailbiz. Atendemos hoje diversas empresas e e-commerces, e sempre se faz comparação entre os canais. Qual canal é mais eficiente? Qual converte melhor? Qual traz mais retorno sobre cada R$1,00 investido? E adivinhem: o e-mail é quase sempre apontado como canal mais eficiente.

4 – Os smartphones aumentaram o alcance do e-mail

Para você ter ideia, hoje, cerca de 48% das aberturas de e-mail já ocorrem em smartphone, isso é praticamente metade de todas as aberturas.

Atualmente, há 198 milhões de smartphones no Brasil, mas com o crescimento acelerado, chegará a 236 milhões em até dois anos, segundo estimativa publicada na 28ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP). O número de smartphones já ultrapassa o de computadores, que hoje estão nas mãos de 80% da população (166 milhões de habitantes). Esse fenômeno potencializou o alcance do e-mail, possibilitando visualizar e-mails de forma mais rápida e prática.  

5 – Novas técnicas de Marketing Digital

Novas estratégias do Marketing Digital, como o Inbound Marketing e o Marketing de Conteúdo utilizam o e-mail como principal ferramenta, pois esse é considerado um canal extremamente democrático e com excelente custo-benefício.  Além disso, o avanço de ferramentas de automação de marketing consagrou o e-mail como a melhor maneira de entregar as mensagens certas, para as pessoas certas, na hora certa.

 6 – O  e-mail ainda é o principal identificador para qualquer serviço online

Hoje, se você vai criar uma conta em qualquer serviço online, o e-mail vai ser o seu identificador.  Ainda que existam as autenticações de Facebook, Google e outros serviços, o e-mail ainda é o mais exigido, porque ele transmite mais confiança e credibilidade, passando a garantia de que apenas uma pessoa está tendo acesso àquela informação.  

Conclusão:  o e-mail não morreu! Este, mais do que nunca, é considerado um poderoso canal quando o intuito é conectar uma marca com o seu público-alvo.

Se você se convenceu disso e deseja começar a utilizar o e-mail como ferramenta em suas estratégias, confira o nosso post E-mail Marketing: tudo que você precisa saber.

 

Comece a digitar e aperte Enter para buscar

5-formas-de-personalizar-as-campanhas-de-email-marketing