7 dicas para melhorar a conversão do seu carrinho de compras

 Em E-commerce

Para um gestor de e-commerce, o carrinho de compras é considerado uma das maiores preocupações na estrutura do negócio, pois é nesta etapa onde o cliente finaliza a compra. Por esta razão, toda atenção deve estar voltada para este momento importante de decisão.

Conforme pesquisas realizadas neste segmento, a “síndrome do carrinho abandonado” é de longe o principal problema no comércio eletrônico, trazendo complicações para a taxa de conversão de vendas.

Alguns empreendedores digitais têm como foco a página de detalhes de produtos, landing pages e links patrocinados quando falam em conversão.

O ponto crucial é que os olhos devem estar voltados para a concretização/fechamento da compra, pois uma falha implica em uma venda perdida e mais artifícios para recuperar uma nova conversão.

Diante disso, o carrinho de compras deve receber muita atenção e ser otimizado para garantir o lucro do e-commerce no final do mês.

Veja nossas 7 dicas para sua loja virtual garantir ótimas conversões de venda:

1. Foque na sua página de produtos

Como na página de produtos são registrados os índices de desistência de compras, seja pelo usuário que está pesquisando preços ou até porque as informações não estão claras, a ideia é utilizar:

  • Imagens profissionais
  • Descrição bem encorpada com detalhes do produto ou serviço
  • Preço atraente
  • Boas avaliações de outros consumidores

Lembre-se que nada pode distrair o seu cliente de clicar no botão “comprar”, essa é a meta do seu negócio.

 

2. O consumidor não gosta de ser questionado

No momento de finalizar uma compra, o consumidor não gosta de ser bombardeado de perguntas, por isso as informações serão exigidas devem ser as mínimas possíveis.

Evite ao máximo questionar sobre algo que não agrega valor para seu cliente, mas sim para você. Desta forma, atente-se com as perguntas que são feitas nos seus questionários e formule-as para ser o mais breve possível.

Lembre-se que o consumidor pode ficar desestimulado muito fácil, pois o interesse é que a compra seja fácil, rápida e segura, principalmente no carrinho de compras.

 

3. Seja transparente quanto aos dados

No período de compras online, seu cliente visualiza informações dos produtos, quantidade, cores e frete da compra, e no carrinho de compras não deve ser diferente.

Procure deixar bem visível tudo referente ao pedido do seu consumidor, pois é comum sentir insegurança se o seu e-commerce não deixar claro todas as informações do pedido, implicando possivelmente, no cancelamento da compra.

Outro ponto importante é apontar os erros de preenchimento/digitação em vermelho, no topo da página, tanto quanto no item que o cliente está preenchendo especificamente.

Não torne obrigatório ao usuário procurar onde está o erro de digitação.

Insira mensagens indicativas do erro, mas também ofereça, sempre que possível a justificativa do problema.

É importante sempre lembrar que os abandonos de carrinho ocorrem em 65% dos processos de pagamento, por isso, facilite sempre que possível.

 

4. Invista em informações que o cliente quer ler

No quesito e-mail marketing, os textos devem ser bem formulados com as preferências e segmentações do seu cliente e disparado com produtos voltados com o perfil dele, ou ainda existe a exibição de banners e campanhas de mídia online, por exemplo, sua taxa de conversão será muito mais alta.

Saiba segmentar seus clientes, leve-o a querer concluir um processo de compras, preocupe-se em tornar cada indivíduo único, tanto no atendimento, quanto no conteúdo.

5. Promoção é bom e todo mundo gosta!

Qualquer cliente que se preze adora uma promoção, um cupom de desconto, um anúncio de 10% off. Um consumidor que tem oportunidade de desconto compra muito mais do que um outro sem cupons.

Pesquisas recentes apontam que descontos percentuais são muito mais percebidos pelos usuários do que frete grátis.

Na realidade, as duas opções funcionam, mas levando-se em consideração que um consumidor gasta em média 11% acima do que gastaria sem o desconto, e também é importante lembrar que as vendas sofrerão aumento.

Desta forma, separe uma verba da sua loja virtual para descontos, e como consequência aumente seu ticket médio, taxa de conversão e ainda agregue valor ao seu cliente.

 

6. Facilite nas informações de pagamento

Se preocupe em auxiliar seu cliente com informações claras de pagamento que seu e-commerce aceita, se possível ofereça mais de um método para escolha.

Na hora de fechar uma compra é importante que o usuário sinta que existe um leque de opções até na hora de pagar, levando em consideração a forma oferecida de pagamento até o parcelamento.

Em um País como o Brasil, ainda em plena ascensão, principalmente levando em conta as classes C e D que estão muitas vezes começando a comprar online, apontar a localização de códigos de segurança do cartão de crédito por imagens, por exemplo, é uma ótima opção.

 

7. Oferte itens que complementem a compra do cliente

No próprio carrinho de compras, ou até na página de produtos, experimente ofertar produtos que casem com o que o consumidor está comprando.

Essa estratégia agrega comodidade e utilidade para o cliente, pois não será necessário procurar por esse item ofertado e muitas vezes, pode ser que a necessidade só surja quando estimulado.

Outra prática interessante é oferecer frete grátis ou desconto para os consumidores que adquirirem os produtos que se complementam.

Conclusão

Após todas essas dicas, fica fácil perceber que não existe apenas um fator responsável pelas desistências de compra. Você deve se concentrar em aparar as arestas em todas as questões que envolvam o carrinho de compras, isso é uma ótima estratégia de sucesso para seu e-commerce.
Mas, o mais fundamental é que os dados do seu negócio sejam avaliados e que se entenda a real proporção de “abandono de carrinho” para sanar o problema.

Deixe um comentário

Comece a digitar e aperte Enter para buscar

entenda-como-funcionam-os-chatbots-para-ecommercecomo-funciona-um-comparador-de-precos-para-ecommerce