Como usar o pré-cabeçalho de forma criativa para atrair clientes

 Em Boas práticas, Email Marketing

Caixas de entrada cada vez mais lotadas de e-mails com inúmeros assuntos, falta de tempo e, também, de interesse. O número de obstáculos está cada vez maior para quem planeja e executa ações de e-mail marketing. Despertar a curiosidade do destinatário e conseguir aquele clique na abertura do e-mail depende de alguns fatores fundamentais. Um deles é o pré-cabeçalho.

Colocar o seu e-mail marketing em destaque em meio a tantos outros que disputam a atenção do usuário depende, é claro, da definição de um assunto criativo e atraente. Tanto que 35% dos destinatários abrem o e-mail levando em conta somente o assunto, de acordo com a Convince&Convert. Em paralelo, esse mesmo assunto é fator fundamental para 69% das pessoas marcarem um e-mail como spam.

Mas, nessa jornada, a linha de assunto do e-mail não anda mais sozinha. O pré-cabeçalho, aquele primeiro trecho de texto no seu e-mail, é um espaço fundamental para conquistar a atenção do destinatário. Junto ao título, esse é um contato inicial – e, como você já sabe, a primeira impressão é a que fica.

Leia mais:

>> Como reter clientes e vender mais com e-mail marketing

>> Como escrever linha de assunto no e-mail marketing

 

Além de apresentar o pré-cabeçalho, nesse artigo, abordaremos os motivos que fazem dele o seu melhor amigo e como redigir de forma chamativa. Confira:

 

Por que criar um pré-cabeçalho?

A grande vantagem, claro, é a oportunidade de elevar as taxas de abertura. Um relatório da GetResponse mostra que e-mails com pré-cabeçalho obtêm 6% a mais de taxas de abertura médias do que as mensagens que não utilizam esse recurso. O estudo levou em conta cerca de 4 bilhões de e-mails enviados no primeiro semestre de 2019 , em 126 países, em 19 setores da economia.

Por outro lado, apenas 11% dos 4 bilhões de e-mail analisados contava com pré-cabeçalho. Isso é um desperdício, já que você está deixando de lado um grande aliado na conquista de clientes. Para se ter uma ideia, eles têm um impacto maior do que as linhas de assunto personalizadas.

É bastante comum ver esse espaço sendo utilizado para instruções do e-mail, como “se não estiver visualizando sua mensagem corretamente, clique aqui”, “por favor, não responda a este e-mail automático” ou “se você não deseja mais receber nossos e-mails, cancele sua inscrição”. Mas existem diversas opções de uso para esse espaço.

Aproveite o fato de quase todas as empresas usarem, por padrão, essa mensagem para visualização no browser e insira alguma informação que destaque seu e-mail dos demais.

 

Como criar o pré-cabeçalho?

A maioria das marcas está ciente de que o humor é uma ferramenta de marketing útil, e o pré-cabeçalho não fica fora disso. Aqui, a ideia é que a subject line e o pré-cabeçalho tenham uma história, façam sentido juntos.

Outra forma é utilizar o pré-cabeçalho para explicar mais o conteúdo ou expandir a linha de assunto. No caso de uma escola de idiomas com matrículas abertas, por exemplo, a linha de assunto poderia informar que o prazo para concorrer a uma bolsa foi prorrogado, e o texto de pré-cabeçalho já diria a data final.

Ou, então, fazer uma oferta logo de cara, incitando no assunto “o que falta para você turbinar o seu currículo?” e já no pré-cabeçalho, responder o questionamento ofertando o seu curso. 

Nessa mesma sintonia, um e-commerce pode anunciar que a marca está com descontos na coleção de verão, e o pré-cabeçalho informa a vantagem de ter frete grátis. 

Mesmo se o conteúdo do seu e-mail marketing for somente uma imagem, também é possível ter um pré-cabeçalho. Para isso, insira na propriedade ALT da imagem a frase resumo de sua mensagem. Dessa forma, o serviço de webmail irá exibir esse texto alternativo como resumo de sua mensagem.

Os emojis também seguem em alta por criarem um elo emocional e descontraído com os contatos, além de otimizar o próprio visual dos assuntos e pré-cabeçalhos ao dar destaque a uma palavra que, se estivesse sozinha, não teria o mesmo resultado. Use esse recurso!

 

Considere segmentar os contatos que não responderam ao seu marketing mais tradicional e parta para uma estratégia mais bem-humorada. Use brincadeiras que sejam relevantes e apropriadas para seus clientes. Mas esteja atento para o fato de que, embora o humor possa ser incrivelmente eficaz, o tipo de humor errado pode ser bem prejudicial. 

imagem-9

 

Não se esqueça do mobile! 

Três em cada quatro usuários do Gmail abrem seu e-mail em dispositivos móveis, segundo uma pesquisa da TechCrunch. Por isso, crie e-mails que sejam amigáveis para dispositivos móveis e lembre-se de testá-los em diferentes dispositivos antes de enviar.

Para que o pré-cabeçalho seja um bom aliado da sua estratégia mobile, talvez, seja necessário editar e reduzir tanto sua linha de assunto quanto o pré-cabeçalho, uma vez que telas mobile têm espaço menor de visualização. 

 

Siga acompanhando o nosso blog. Aqui, você encontra informações relevantes para suas campanhas de e-mail marketing. Também entre em contato com a Mailbiz e fale com os nossos especialistas. Temos tudo que o seu negócio precisa para criar estratégias de e-mail marketing exclusivas.

Comece a digitar e aperte Enter para buscar

para-encantar-os-clientes-invista-no-e-mail-de-boas-vindas