User experience no e-commerce: 6 fatores importantes a serem considerados

 Em E-commerce

Muitos empreendedores enxergaram no e-commerce a possibilidade de oferecer seus produtos para um público enorme, sem as barreiras físicas do mercado local e com custo consideravelmente mais baixo.

Os consumidores abraçaram essa possibilidade, e o comércio eletrônico cresce a cada dia. Porém, se ele criou possibilidades, também acirrou a disputa pela preferência do consumidor.

Os clientes não buscam somente por uma compra, eles desejam ter uma boa experiência com a marca. Com isso, o user experience no e-commerce se tornou fundamental.

No post de hoje, vamos mostrar os principais fatores do user experience no e-commerce, online e offline. Confira!

O que é user experience no e-commerce?

Toda interação do cliente com a marca ― a navegação pelo site e pelas redes sociais e o contato com representantes e até mesmo com o produto ― gera uma experiência. Cada vez mais, os clientes valorizam boas experiências e levam isso em consideração no momento de escolher uma marca.

É importante pensar em cada ponto de interação e criar experiências únicas e agradáveis.

Quais são os principais fatores online e offline do user experience no e-commerce?

Agora, vamos mostrar pontos importantes que devem ser observados para garantir boas experiências aos usuários.

1. Páginas responsivas

Com a evolução da tecnologia para aparelhos móveis, a navegação por esse meio tem se tornado bastante representativa. As lojas virtuais têm de se preocupar em criar páginas responsivas, ou seja, que se adaptem aos dispositivos, sem perder a qualidade das informações ou a usabilidade.

O Google já identificou essa necessidade e tem valorizado bastante sites que apresentem o mesmo conteúdo tanto para acessos via desktop quanto para aparelhos móveis, com a mesma facilidade de navegação.

2. Pagamento online

Um dos maiores medos de quem faz compras online é quanto à segurança das informações. Disponibilizar dados bancários na internet ainda é um fator de risco, mas há maneiras de reduzir isso drasticamente. No mercado, há vários certificados de segurança que controlam os dados do usuário de maneira confiável.

Os consumidores se sentem seguros em um site que se preocupa com a confidencialidade dos dados, e isso melhora sua experiência.

3. Login social

As redes sociais estão presentes no dia a dia das pessoas e apresentam um fator que pode contribuir para o user experience no e-commerce. Para realizar uma compra em uma loja virtual, é preciso preencher um cadastro, tarefa que pode desestimular um usuário e fazê-lo desistir da compra.

Pensando nisso, as lojas virtuais adicionaram o login social, ou seja, o cadastro é feito diretamente com os dados já coletados nas redes sociais. Isso facilita muito o acesso e melhora a experiência.

4. E-mail marketing

Uma das formas de comunicação mais antigas é o e-mail marketing. Porém, ele ainda é um dos mais eficazes para criar engajamento e conexão forte entre marcas e consumidores. Ter uma boa lista de e-mail pode ser o diferencial de uma empresa, e você deve investir nisso.

Muitas equipes utilizam essa ferramenta para manter seus potenciais clientes atentos às novidades, enviar ofertas exclusivas e criar um relacionamento mais próximo. Porém, é preciso planejar os e-mails e torná-los atrativos aos leitores. Avalie aspectos como facilidade de leitura, objetivos e conteúdo dos e-mails.

Para otimizar essa importante ferramenta, há empresas especializadas nesse trabalho, e a contratação desse serviço pode trazer resultados incríveis. Integrar o e-mail marketing ao seu site é de grande importância para que a experiência do consumidor seja rica e única.

5. Visual do produto

O user experience no e-commerce não está limitado ao meio online. O aspecto visual do produto é muito importante e pode conferir mais valor ao item. Invista em fotos de qualidade, vídeos e depoimentos sobre os seus produtos. As pessoas se conectam muito ao que outras falam de um produto, por isso, os depoimentos são uma importante ferramenta para criar maior engajamento e conversão no e-commerce.

6. Usabilidade da loja virtual

Faça um estudo detalhado sobre o nível de usabilidade do seu e-commerce. Quantos cliques são necessários para chegar ao carrinho de compras? E quantos são necessários para finalizar um pedido? Estas são apenas algumas das métricas que você deve analisar. Existem empresas especializadas em UX (user experience) para e-commerce. Um trabalho de UX bem feito pode significar um aumento de conversão significativo!

Enfim, é importante estar atento a todas as interações do cliente com a marca. O user experience no e-commerce se tornou um diferencial na escolha das marcas pelos consumidores. As empresas devem superar as expectativas e fornecer experiências agradáveis e memoráveis.

Invista em páginas responsivas, ofereça segurança para o pagamento online, facilite o cadastro pelo login social, utilize o e-mail marketing, cuide o visual dos seus produtos e invista na usabilidade geral do site. Com isso, o resultado será o sucesso, proporcionado pela satisfação de seus clientes, melhores relacionamentos e ótimas vendas.

O que achou do nosso conteúdo? Conhece outros fatores do user experience no e-commerce? Não deixe de comentar.

Deixe um comentário

Comece a digitar e aperte Enter para buscar

Customer Relationship Managementexit-intent-no-ecommerce-como-funciona