Como fazer e-mail marketing?

 Em Email Marketing

Quando nós falamos de marketing para e-commerce, pensamos nas estratégias de criação de engajamento para o público da loja. Investir na comunicação com esse público é algo a se considerar, porém quando fazemos isso de forma genérica acabamos não alcançando as pessoas que gostaríamos de alcançar. As mídias tradicionais como os anúncios impressos, de rádio ou de TV possuem alto custo e alcance imenso, sem ser direcionado para o seu público.

Pensando exclusivamente em internet, nós temos, entre as ações de marketing digital, o e-mail marketing. Os custos do e-mail marketing são infinitamente menores que os de uma mídia tradicional, além disso, ele é uma ferramenta perfeita para que você estreite o relacionamento com o seu consumidor.

Surge então a dúvida: como fazer e-mail marketing? Basta disparar alguns e-mails com promoções bem atraentes? Nos próximos tópicos vamos responder essas perguntas e te possibilitar uma visão mais macro sobre essa ferramenta.

1. Aumente o número de visitas do seu e-commerce

Você não precisa esperar que os consumidores utilizem a busca orgânica dos buscadores para encontrar a sua loja virtual. Quem já foi seu consumidor um dia ou te autorizou a mandar e-mails marketing, pode receber as comunicações por e-mail. O e-mail marketing atua na manutenção do relacionamento entre loja e consumidor. Esse relacionamento promove admiração e posiciona a presença da sua marca na rotina do consumidor.

Ao nutrir esse relacionamento, o seu público tende a frequentar a loja virtual mais vezes. Isso proporciona mais chances para as conversões em vendas, pois as pessoas estão instigadas a navegar pelas páginas e conferir todas as ofertas e preços.

2. Inicie um diálogo por meio do e-mail marketing

É fato que o e-mail marketing é uma ferramenta poderosa para o e-commerce, tanto na construção da sua marca quanto no crescimento dela. O custo do e-mail marketing é relativamente mais baixo que o de outras mídias, porém os gestores das lojas virtuais ainda insistem em mandar os e-mails apenas para divulgar promoções sempre iguais para todo mundo.

O objetivo do e-mail marketing claro que também é divulgar promoções, no entanto, o foco dele deve ser o de estabelecer uma comunicação eficaz com o público da sua loja. Para que essa comunicação seja estabelecida, experimente ir além das promoções. Inclua, em suas peças de de e-mail, botões de compartilhamento, links para conteúdos relevantes e para pesquisas de satisfação.

3. Segmente o público da loja com base no comportamento

Ao promover uma campanha com disparo de e-mail marketing, separe os tipos de públicos com base em uma segmentação. Ao segmentá-los, você estabelecerá uma comunicação mais eficaz com cada grupo.

Quem gosta de um determinado tipo de produto pode receber um e-mail marketing e quem preferir outro, vai receber uma outra comunicação. Dessa forma, você evita que todos recebam um e-mail marketing genérico e faz com que a comunicação seja mais direcionada.

4. Avalie o comportamento do seu mailing

Você sabe como o seu mailing se comporta? Comece avaliando a maneira como o público recebe os seus e-mails marketing: qual foi a porcentagem de pessoas que abriu o e-mail, o total de pessoas que clicaram nos botões de compra e o tempo que permaneceram na sua loja virtual.

De posse dessas informações, você acaba tendo uma ideia melhor de como os segmentos que atende podem receber ofertas cada vez mais personalizadas, sempre com o objetivo de atender as necessidades dessas pessoas.

5. Automatize os e-mails quando for necessário

O e-mail marketing pode e deve ser automatizado, dependendo da sua estratégia de engajamento. Vamos citar um exemplo: o seu consumidor A selecionou alguns produtos e os colocou no carrinho de compras, porém por um motivo que desconhecemos, ele abandonou o carrinho e saiu do site. O que fazer?

Como o seu consumidor A estava logado na loja, você identificou que ele abandonou o carrinho. Isso permite que você programe um e-mail marketing exclusivamente para consumidores como ele lembrando-o de que ainda dá tempo de concluir aquela compra.

A mesma automação pode ser feita para os consumidores que se interessaram por um produto que você divulgou em uma campanha anterior. Sua ferramenta de email marketing pode ser configurada para enviar um e-mail personalizado automaticamente, com uma oferta irresistível apenas para quem clicou em determinado link, sabia?

6. Considere sempre testar suas peças de e-mail

Caso você não conheça os hábitos dos seus consumidores, antes de realizar uma campanha de e-mail marketing, experimente aplicar o recurso de Teste A/B. Esses testes vão colocar em prova algumas alterações específicas para que você saiba o que o seu consumidor prefere.

Em testes diferentes, experimente trocar o assunto do e-mail, o dia da semana e o horário de envio, a posição das fotos e dos conteúdos, as cores dos botões e demais informações para saber se eles reagem mais positivamente ou mais negativamente a tais mudanças.

Com base nesses testes, você vai identificar padrões de comportamento para alcançar o seu público com mais eficácia.

7. Antes do envio em massa, faça um teste individual

O e-mail marketing ficou pronto e você deseja disparar para as suas bases segmentadas? Então, se acalme e, antes, faça um teste individual. Mande para um e-mail que você tenha acesso e verifique se a mensagem não chega desconfigurada ou se o e-mail não foi parar na caixa de spam.

8. Analise, sempre, os seus resultados

As ferramentas de disparo e análise de e-mail marketing, como a da Mailbiz, permitem a análise dos resultados da sua campanha de e-mail marketing de maneira fácil e intuitiva. Essas informações são importantes para que você identifique o que está funcionando e o que precisa ser melhorado.

Use e abuse dos relatórios da sua ferramenta de email marketing!

9. Não esqueça dessa dupla: e-mail marketing e redes sociais

As redes sociais ganham cada vez mais destaque por serem novidade, porém elas precisam caminhar juntamente com o e-mail marketing. A razão para isso é que um complementa o outro.

Em 2014, na 1ª Pesquisa Nacional de Varejo Online, o Sebrae identificou que as redes sociais são o segundo maior canal de conversão de vendas para os e-commerces, seguido do e-mail marketing. A busca orgânica aparece em quarto lugar.

A integração do e-mail marketing com as redes sociais deve acontecer por meio de formulários nas redes que possibilitem o aumento da base de e-mails cadastrados. Em contrapartida, no e-mail marketing, as redes sociais devem estar no topo ou no rodapé para que os consumidores possam fazer parte da lista de seguidores.

Se o seu objetivo é aumentar o engajamento do seu público com os seus e-mails marketing, clique aqui e baixe agora mesmo o e-book Guia para Iniciantes no E-mail Marketing.

Deixe um comentário

Comece a digitar e aperte Enter para buscar

aumentar a taxa de conversão do e-commerce