Listas compradas para e-mail marketing: por que elas não te ajudam?

 Em Email Marketing

Você precisa de contatos para enviar e-mail marketing e precisa desses contatos rapidamente. Ah, se for possível conseguí-los facilmente, isso seria ainda melhor. Essa é a perspectiva que muitos analistas de marketing possuem quando se deparam com dificuldades recorrentes da estratégia de marketing digital: criar uma base de contatos e expandir essa base de contatos. Em um momento de desespero, listas compradas para e-mail marketing parecem uma ótima alternativa e resolvem o problema pontual, contudo, causam muito mais danos em longo prazo do que qualquer benefício inicial.

Enfim, milhares de contatos estão de fato disponíveis facilmente e até a preços convidativos, mas sua estratégia de marketing digital, mais especificamente o programa de e-mail marketing, crítico para a conversão em vendas, sentirá os danos dessa alternativa. Curioso pelo motivo que listas compradas e alugadas para e-mail marketing podem prejudicar a sua estratégia de marketing? Veja abaixo:

Listas alugadas para e-mail marketing e por que não trabalhar com elas

O primeiro ponto é que plataformas sérias de e-mail marketing não deixam que você envie e-mails para listas compradas ou alugadas. Veja como sua ferramenta de e-mail marketing insiste para que você utilize listas criadas pelo método de opt-in (veja mais sobre esse e outros termos em nosso glossário).

Pode ser que você opte por utilizar uma plataforma menos séria, que não discrimine listas compradas para e-mail marketing. Nesse caso pode ter certeza que os índices de entrega são péssimos, por um motivo muito simples. Muito provavelmente os clientes já receberam e-mails dessa plataforma e marcaram como spam, danificando a reputação e diminuindo a entregabilidade. Qual a vantagem de ter uma lista enorme, se os e-mails não chegam nas caixas de entrada?

Boas listas de e-mail não estão à venda

Se o e-mail se encontra em uma lista disponível para venda, significa que ele já foi explorado à exaustão por outras empresas. Qualquer contato que já teve algum valor recebeu spam até perder a conta. Pode ter certeza que se alguém possui uma boa lista de e-mails, ele guardará para si. Ninguém quer ver sua lista perder o valor que possui ao ser explorada por outras pessoas. Pense nisso, você venderia ou compartilharia os contatos que voluntariamente optaram por receber seus e-mails? Provavelmente não.

Contatos das listas compradas para e-mail marketing não lhe conhecem

Já tocamos nesse assunto brevemente, mas vamos nos aprofundar aqui. Listas compradas para e-mail marketing são um conjunto de contatos obtidos de várias formas. Mas suponhamos que a empresa que oferece o serviço de compra ou venda dessas listas diga que todos aceitaram voluntariamente. Parece ótimo, certo?

Na verdade não! Isso significa que o contato optou por receber e-mails da empresa que vende as listas, não os seus. Mesmo que o opt-in inclua algo como “aceito receber e-mails e ofertas de outras empresas”, o fato é que esse contato nunca ouviu falar da sua empresa e não se lembra de ter aceitado receber os seus materiais. O resultado disso é que existe uma grande probabilidade de que os contatos marquem sua empresa como spam. O que nos leva ao próximo ponto.

Entregabilidade e reputação prejudicadas por listas compradas

Ferramentas simples e comuns de e-mail como Hotmail, Yahoo! e Gmail possuem grande inteligência para detectar e bloquear o que é spam. Utilizar listas compradas para e-mail marketing é garantir que sua reputação e entregabilidade futura será prejudicada. Os contatos ao marcarem seus e-mails como spam fazem com que os provedores de e-mail passem a classificar todos os seus envios futuros, inclusive para sua base própria, como spam. Isso nos leva ao ponto que abordamos no início, não adianta ter uma lista enorme de e-mails se eles não chegarão aos seus contatos.

Utilizar listas compradas para e-mail marketing definitivamente é uma péssima ideia. O melhor caminho é sempre incrementar o processo de opt-in, para construir uma lista própria de alta qualidade, o que o ajudará a atingir uma excelente performance de entrega. Compartilhe nos comentários uma boa estratégia que você adotou para melhorar o número de contatos via opt-in!

Veja também esse post: Como funciona a reputação no email marketing

Deixe um comentário

Comece a digitar e aperte Enter para buscar

erros cometidos na estratégia de e-mailaumentar a taxa de conversão do e-mail marketing