Como entregar E-mail Marketing na caixa de entrada

 Em Email Marketing

Um dos maiores temores de todo empreendedor que utiliza  e-mail marketing é cair na caixa de spam. Afinal, de nada adianta criar uma ótima estratégia, com uma mensagem super atraente e ela simplesmente não chegar até seu público. Ninguém quer passar por isto, não é mesmo?

Neste artigo falaremos sobre algumas práticas para melhorar a entrega de e-mail marketing na caixa de entrada.

Segue conosco!

 

1 – Qualidade da lista de contatos

Enviar mensagens para pessoas que não pediram para receber o seu conteúdo é uma das principais razões para seus emails caírem na caixa spam.

Por isto recomenda-se que você tenha uma lista de contatos opt-in, ou seja, pessoas que se cadastraram voluntariamente para receber seus conteúdos. Essa permissão é conferida quando as pessoas assinam a sua newsletter ou aceitam receber mensagens eletrônicas de divulgação, como acontece antes de tomar uma decisão de compra.

Algumas empresas acreditam que enviar mensagens para o maior número de pessoas possível é o que irá trazer resultados, e por isso usam cadastros da sua antiga empresa, lista de terceiros ou ainda pior, lista de e-mails compradas. Isso é um grande erro. Lembre-se que um bom marketing é focado no seu público específico.

2 – Falta de segmentação de contatos ativos e inativos

Um dos principais problemas de campanhas com baixo desempenho é a falta de segmentação.  Além de organizada, a sua lista de e-mails deve estar bem atualizada e segmentada, de forma a ter uma boa entrega do e-mail marketing.

Pense que na sua lista existem pessoas que depois de algum tempo deixaram de interagir. São pessoas que continuam recebendo suas mensagens, mas não efetuam nenhuma ação. Não abrem seus e-mails, não clicam e, talvez ainda pior, as apagam ainda na caixa de entrada, enquanto não lidas. Essas pessoas, de maneira indireta, prejudicam sua reputação como remetente, porque transformam suas ações em conteúdos irrelevantes para os servidores de email. Desta forma é fundamental que você retire estas pessoas inativas da sua lista regular de envio.

Você deve estar pensando: “Como que eu vou abandonar 30%, 40% ou até 50% da minha lista de contatos”?

Calma! De imediato, você não precisa remover os contatos inativos de sua lista e nunca mais falar com eles. Aqui na Mailbiz, por exemplo, nós criamos uma estratégia de reengajamento  com o objetivo de recuperar o relacionamento com estas pessoas inativas. Você pode fazer ações bem específicas, tipo oferecer vantagens, descontos, solicitar atualização do cadastro, entre outras.

3 – Não configurar autenticações no DNS

Outro ponto importante é se certificar de que suas mensagens estão corretamente autenticadas no DNS. Essas autenticações permitem que você crie uma boa reputação, ou seja, que você seja reconhecido pelos provedores de e-mail como um bom remetente.

Existem duas autenticações que devem estar funcionando obrigatoriamente no seu domínio, são elas: SPF (Sender Policy Framework) e DKIM (Domain Keys Identified Mail).

Se você tem dúvidas sobre isto, verifique com seu ESP (ferramenta de email marketing) como configurar as autenticações no DNS.

4 – Ferramenta que não cuida da entregabilidade

Você tem uma ótima lista de e-mails, ela está segmentada, as autenticações estão funcionando corretamente e mesmo assim seus e-mails caem na caixa spam?

Então o problema pode estar na sua ferramenta de e-mail marketing. Para que seus e-mails cheguem na caixa de entrada é fundamental que a ferramenta cumpra alguns papéis, como por exemplo, realizar a higienização automática, através de análise dos e-mails que retornam (emails que não existem mais). Outros pontos importantes que a sua ferramenta deve cuidar: ela deve exigir que você tenha todas as autenticações funcionando no DNS, precisa monitorar ativamente possíveis reclamações e inclusões em blacklists, bem como o uso e a reputação de cada um de seus IPs.

Se a ferramenta de email marketing não é competente para cumprir estas tarefas, os provedores irão diminuir a sua reputação e isto irá refletir diretamente no nível de entrega na caixa de entrada.

5 – Não entender como funciona entregabilidade e reputação

Poucas pessoas entendem sobre como a entregabilidade e a reputação funcionam e, talvez por isso, não adotem práticas essenciais para atingir um desempenho de entrega satisfatório.

Antes de qualquer coisa, você precisa entender que os principais provedores de e-mail como Hotmail, Gmail e Yahoo monitoram suas práticas diariamente através de métricas como taxa de abertura, cliques, marcações de spam, entre outros.

Através de algoritmos muito avançados eles classificam você como remetente. Esse critério de avaliação é chamado de reputação.

Pense então que todas as interações que ocorrem entre a sua mensagem e os usuários destes e-mails,  todas as interações de abertura, de clique, de marcar como spam ou de excluir a mensagem sem ler,  vão ajudar você a formar a sua reputação, a sua nota perante o provedor, portanto, se você não consegue desenvolver uma boa reputação, você não vai conseguir entregar bem na caixa de entrada.

Uma vez que você entenda melhor sobre esses conceitos, terá maior facilidade para planejar as suas ações, como por exemplo, segmentar ativos e inativos, escolher horários de melhor engajamento com a sua audiência, escolher os melhores dias para envio, testar linha de assunto, uma série de iniciativas que vão fazer com que as suas taxas de abertura aumentem.

Se você seguir estas 5 boas práticas que listamos, você aumentará suas taxas de aberturas e cliques, terá menos marcações de spam, naturalmente você terá mais pessoas acessando o seu site, acessando os seus produtos e portanto, terá um aumento de vendas.

Se você gostou deste conteúdo, leia também: 3 motivos pelos quais o seu e-mail marketing não funciona.

Comece a digitar e aperte Enter para buscar

})(jQuery);