Dropshipping: entenda o que é e como funciona

 Em E-commerce

Abrir uma loja virtual não é difícil, porém, há alguns desafios ao longo dessa jornada que devem ser enfrentados logo no início. Um deles é lidar com o estoque e a logística, duas peças fundamentais para a operação da loja.

Essa é uma das principais preocupações de qualquer e-commerce e é por isso que existem diversas alternativas para lidar com ela. Uma delas é o dropshipping.

Ainda não sabe como ele funciona? Então acompanhe este post e entenda com mais detalhes essa maneira de viabilizar a operação de qualquer loja virtual. Confira!

O que é dropshipping?

O dropshipping é um modelo de negócio muito utilizado por empreendedores de e-commerces, marketplaces e lojas virtuais. Ele também pode ser definido como uma técnica de gestão logística, na qual o vendedor não mantém produtos em estoque.

Com esse modelo, o lojista tem condições de trabalhar utilizando o estoque do próprio fornecedor.

Como funciona o dropshipping?

O processo do dropshipping é muito simples. O vendedor disponibilizará os produtos normalmente em seu canal de vendas — seu site ou marketplace.

O cliente irá proceder com a compra em seu site e quando ela for confirmada, o lojista encaminhará o pedido diretamente para o fornecedor.

Por fim, caberá ao próprio fornecedor entregar o produto diretamente para o cliente.

Quais são as vantagens e desvantagens do dropshipping?

Assim como qualquer modelo de negócio, há muitas vantagens em sua adoção, porém também existem pontos de desvantagens.

Por isso, cabe ao lojista ponderar bem esses fatores e avaliar se vale a pena adotar o dropshipping ou não para a sua loja virtual.

Vantagens

Para facilitar a compreensão, elaboramos uma lista rápida enumerando algumas de suas vantagens. Veja:

  1. não é necessário adquirir um grande estoque para que a loja funcione, ou seja, não será preciso investir financeiramente nessa parte da loja;
  2. os riscos, principalmente para quem está iniciando, são reduzidos pois caso o negócio falhe, não será necessário se livrar de vários produtos que não foram vendidos e ficaram armazenados em estoque;
  3. é possível oferecer uma maior variedade de produtos: basicamente, será possível oferecer todos os catálogos dos seus fornecedores;
  4. a gestão do negócio ficará bem mais simples, pois não haverá a necessidade de lidar com o estoque;
  5. é mais viável trabalhar com produtos importados;
  6. possibilidade de fazer grandes parcerias com fornecedores.

Desvantagens

As desvantagens do dropshipping devem ser analisadas para entender se isso não prejudicará o negócio. Segue a lista:

  1. falta de controle do processo logístico;
  2. possibilidade de atrasos na entrega por parte do fornecedor;
  3. em alguns casos, pode acontecer de o fornecedor entregar o produto errado para o cliente;
  4. mesmo a entrega sendo realizada pelo fornecedor, a loja virtual será responsabilizada por isso, pois ela é a única responsável pela compra;
  5. no caso de produtos importados, podem ocorrer problemas relacionados à alta taxa de importação e também atrasos por parte dos processos da alfândega;
  6. tudo isso pode gerar uma grande insatisfação do cliente que comprou o produto, resultando em futuras reclamações.

Agora que você já conhece melhor o dropshipping e tem condições de avaliar suas vantagens e desvantagens, que tal compartilhar esse post nas suas redes sociais?

Deixe um comentário

Comece a digitar e aperte Enter para buscar

CAC e conversão no e-commerceSaiba como lidar com a sazonalidade de vendas no e-commerce