Como reengajar um cliente através do e-mail marketing?

 Em Boas práticas, Email Marketing

Você já deve saber que vender para um cliente é 5 a 10 vezes mais barato que conquistar um novo cliente, certo?

Sendo assim, manter um cliente engajado ou recuperar o relacionamento com um antigo é de extrema importância.

Bom, imagine que em algum momento seu lead tenha inserido o e-mail em seu e-commerce ou finalizado uma compra, deixando seu e-mail. Como a compra é o maior sinal de engajamento de um consumidor com uma marca, você PRECISA se comunicar novamente com quem compra de você! Parece óbvio, mas muitas empresas simplesmente “esquecem” o cliente depois da compra.

 

O ideal é você ter um bom planejamento de envios de campanhas de e-mail marketing, com dias e horários fixos, para reforçar a presença da sua marca na cabeça do seu consumidor. Contudo, mesmo com esse cronograma rodando, uma parte da sua audiência simplesmente vai parar de interagir com você, o que é muito ruim.

E aí vem a pergunta: o que fazer com essas pessoas?

Bem, se o contato da sua lista ficou inativo, foi por algum motivo e devemos ter uma estratégia específica de re-engajamento para eles.

 

Para isso, precisamos usar os melhores gatilhos de venda e uma comunicação clara para tentar recuperar e aquecer novamente a maior parte possível dos contatos inativos.

OK, e como fazer isso?

Bom, vamos te deixar 3 estratégias simples de aplicar para gerar re-engajamento:

1 – Ofereça vantagens exclusivas para reengajar com e-mail marketing

Uma das formas de tentar trazer o cliente para a base de ativos é dando condições e vantagens exclusivas a ele.

E claro, precisa ser exclusivo mesmo! Não adianta falar que é exclusivo, e dar o desconto para a base toda.

Faça essa oferta com tempo limitado, para que force uma ação do assinante.

Exemplo: “Olá Cláudio, sentimos tanto a sua falta que lhe oferecemos um desconto de 40% na compra de qualquer produto nas próximas 24 horas.”

Seja objetivo e sincero, e caso ele não queira mais receber os e-mails, poderá optar pelo opt-out.

Se o cliente não tem interesse no assunto, é melhor que saia da lista mesmo ou, ainda, se não interagir, depois de algum tempo você mesmo considerará esse contato como um inativo definitivo.

A ideia é que, com essa segmentação, estes inativos deixem de receber suas campanhas regulares e passem a receber apenas as campanhas de reengajamento! Isso vai melhorar sua taxa de abertura, o que por consequência melhorará sua reputação perante os provedores, aumentando as chances de entregar suas próximas campanhas na caixa de entrada.

2 – Segmente sua lista de e-mail

Tente juntar o máximo de informações sobre esse contato inativo, e segmente o máximo que conseguir para que o e-mail seja o mais assertivo e pessoal possível. Faça a campanha com base no comportamento do consumo dele.

Há um estudo da empresa Econsultancy que afirma:

Apenas 20% dos profissionais de marketing disparam e-mails com base no consumo dos consumidores“.

Portanto, se você começar a dar valor a esses dados, poderá sair na frente de muitos concorrentes.

Vamos a um exemplo:

Faria sentido enviar uma promoção para seu contato inativo, informando uma promoção de botas, sendo que o interesse é em tênis esportivo?

Não! Ele nem abriria ou talvez até se irritaria com o tema do e-mail enviado.


3 – Acredite na reconexão com seus contatos inativos e defina um critério para considerar o contato re-engajado

É sempre bom lembrar que em algum momento houve um interesse da pessoa para que ela deixasse o e-mail com você. Sendo assim, se você perdeu o contato, é fundamental  ter uma estratégia de re-engajamento.

Tente deixar o e-mail de re-engajamento o mais pessoal possível, pois pode ser a última chance que você tem de reativa-lo.

Trate ele de maneira especial, mostrando o quanto você se importa e o quanto você quer ter ele de volta.

Além disso, lembre-se de ter uma segmentação também para contatos ativos na sua lista. Assim, quando o contato inativo voltar a interagir com aberturas e cliques, automaticamente sua ferramenta de e-mail o considerará novamente ativo!

 

Conclusão

Há pelo menos 25 anos o e-mail é usado para manter a comunicação entre lojas e clientes.

E isso não é por acaso! Porém, a maior parte dos e-commerces ainda atua de modo amador com e-mail marketing. As dicas de re-engajamento que demos nesse post são simples de aplicar, mas a maioria não faz. Que tal colocar em prática agora mesmo?

Lembre-se: em tempos de CPC nas alturas, reativar um contato inativo pode valer muito dinheiro para o seu negócio!

Comece a digitar e aperte Enter para buscar

métricas de engajamentogatilhos_mentais_email