Como criar CTAs melhores para sua campanha de e-mail marketing

 Em Email Marketing

Você já parou para pensar no número de e-mails que recebe por dia e em quais deles realmente presta atenção? Existem alguns fatores que podem influenciar (e muito) na chance de alguém clicar em uma parte do e-mail.

A diferença entre as mensagens que recebem cliques e as que não recebem pode estar no famoso CTA, sigla para call to action. Vamos ver agora dicas importantes sobre como criar CTAs melhores para sua campanha de e-mail marketing.

O que é CTA?

Traduzindo ao pé da letra, o CTA nada mais é do que uma “chamada para ação”, ou seja, é aquela pequena frase que ressoa na cabeça do usuário, fazendo com que ele tome determinada atitude, como, por exemplo, clicar em um link.

Em e-mail marketing, os CTAs possuem grande importância, pois não basta fazer com que seu potencial cliente abra o e-mail: ele precisa se interessar, navegar pelo seu conteúdo e ir adiante na jornada de compra.

Por isso, listamos abaixo dicas matadoras para criar CTA’s melhores na sua campanha de e-mail marketing e aumentar sua taxa de cliques! Acompanhe.

Os mandamentos de um CTA matador

É preciso trabalhar de maneira estratégica todas as possibilidades de call to action para conquistar resultados. E, para isso, existem alguns passos essenciais para usar esse recurso de maneira inteligente e aumentar a conversão em cliques:

1. Trabalhe primeiro sua estratégia de e-mail marketing. Não adianta criar um ótimo CTA se seu cliente não chega nem a abrir o e-mail, quanto mais a lê-lo. Por isso, invista em segmentação e conteúdos relevantes!

2. O CTA precisa ter relação com o assunto do e-mail marketing. Por exemplo, se você quiser que o consumidor compre um produto, esse CTA deve vir em um e-mail com a descrição dele.

3. Destaque visualmente o CTA das demais informações. Não deixe o call to action escondido ou perdido no meio de tanta informação. Ele deve não só estar em destaque, como também ter uma área de respiro em volta dele.

4. Escolha um CTA por email. Se você quiser que seu potencial cliente tome várias ações, vai acabar fazendo com que ele se perca e não tome nenhuma. Por isso, escolha um bom CTA para cada e-mail marketing e invista nele.

5. Utilize textos simples e objetivos. A ação que você espera que o consumidor tome deve estar clara e ser objetiva, fazendo com que ele entenda a mensagem.

6. Use do seu poder de persuasão. A chave de um bom CTA é ser persuasivo, por isso, seja direto e estimule respostas rápidas que não deixem seu cliente em potencial vagando entre várias possibilidades.

7. Teste o CTA como imagem e também no formato texto. Não há uma regra absoluta de qual seja o melhor, pois no caso das imagens, depende muito da qualidade da imagem produzida. No caso de CTA em formato texto, é necessário também deixá-lo atrativo e bonito, usando para isso codificação HTML e CSS. Por isso, apenas testando os dois formatos e analisando a performance de cada um é que você saberá qual é o melhor para usar em suas peças de e-mail.

Seguindo esses passos, sem dúvida você conseguirá criar CTAs mais persuasivos, que melhorem suas taxas de conversão! E lembre-se, realizar testes A/B é essencial para descobrir o que dá mais certo para sua estratégia.

Curtiu as dicas e quer continuar aprendendo a melhorar seu e-mail marketing? Assine nossa newsletter e receba muito mais gratuitamente em seu e-mail!

Leia também: Como aumentar o ROI do e-mail marketing?

Deixe um comentário

Comece a digitar e aperte Enter para buscar