Boa reputação do e-mail marketing: como ela impacta a entregabilidade?

 Em Boas práticas, Email Marketing

Se você acompanha nosso blog, já sabe do poder que o e-mail marketing tem na hora de ajudar a converter prospects em clientes, reengajar clientes antigos e gerar um alto nível de ROI. Mas, talvez, você esteja se perguntando: qual é a relação entre uma campanha bem planejada e executada com a reputação do e-mail marketing e a sua entregabilidade

Leia mais:
>> Fuja dos assuntos enganosos no e-mail marketing
>> Como entregar e-mail marketing na caixa de entrada

Lembre-se que de nada adianta criar e-mails com imagens envolventes e CTAs chamativos, se o seu cliente não visualizá-los. Em primeiro lugar, o foco da sua estratégia de envios precisa estar em fazer os e-mails chegarem às caixas de entrada dos consumidores para que, assim, eles possam ser conquistados pela sua mensagem. O problema é que, sem uma boa reputação, este objetivo tem grandes chances de não ser alcançado.

Por que a reputação do e-mail marketing é importante?

A reputação do e-mail marketing impacta no sucesso da entrega das suas campanhas. Isso porque a reputação está ligada ao domínio de onde você envia os e-mails. Neste sentido, contar com uma ferramenta de otimização de campanhas de e-mail marketing de confiança é fundamental para garantir a sua entregabilidade.

Para se ter uma ideia, o relatório Sender Score Benchmark, da Return Path, apontou um aumento de 600 bilhões de e-mails enviados para a caixa de spam, o que, em resumo, significa que os provedores de e-mail se tornam mais rígidos na hora de impedir a disseminação de e-mails duvidosos.

Sendo assim, a baixa reputação do e-mail marketing afeta a forma como os ISP (Provedores de Serviço de Internet) interpretam a sua mensagem. Portanto, há um risco maior de os seus e-mails não serem entregues na caixa de entrada dos destinatários. Neste sentido, há dois pontos fundamentais para verificar:

1. Reputação de domínio

Uma má reputação de envio geralmente é um efeito cumulativo dos resultados das suas campanhas. Altas taxas de rejeição, poucas aberturas e muitas marcações como spam prejudicarão a sua reputação e, logo, a sua entregabilidade.

Mas como isso se aplica na prática? Hoje, o provedor com maior peso é o Gmail. Então, se o seu domínio tem uma reputação considerada de média a alta para o Gmail, maiores são as chances de a sua entrega chegar à caixa de entrada do usuário.

“Quanto mais nova é uma lista de e-mails, maior é a concentração de Gmail, já que as pessoas estão criando mais e-mails lá. Entre os nossos clientes, a maior concentração é de Gmail, passando dos 50%”, explica Anna Lígia, analista de sucesso do cliente na Mailbiz.

2. Conteúdo

É bem verdade que o conteúdo em si acaba impactando apenas para a permanência da pessoa dentro da sua campanha, clicando ou rolando até o final. Estas ações têm um peso pequeno no que se refere à construção da reputação.

Mas, por mais que o seu esforço deva estar muito mais na frequência de envio e no engajamento do público (taxa de abertura), o Gmail ainda leva o conteúdo em consideração para ir melhorando a sua reputação, já que, se o provedor “entende” que o usuário deseja receber este conteúdo na sua caixa de entrada, isso também contribui. É um ponto no qual vale a pena ficar de olho.

4 dicas para melhorar a reputação do e-mail marketing

De maneira geral, para manter a reputação dos seus envios, é preciso observar seus resultados ao longo do tempo. Quanto mais longo for o prazo e quanto mais campanhas você puder visualizar e analisar, melhor.

Ficar sempre de olho nas suas taxas de aberturas, cliques e rejeição é fundamental. Mas você pode ir além com as dicas que reunimos a seguir. Vamos conhecê-las?

1. Envie apenas para quem autorizou

Respeitar os dados das pessoas sempre foi uma regra básica em qualquer negócio, e isso se faz ainda mais necessário atualmente, após a aplicação da LGPD. Sendo assim, enviar e-mails para uma lista comprada ou de terceiros prejudica a sua reputação de envio de uma forma que é muito difícil de reverter. Portanto, envie as suas campanhas apenas para as listas de assinantes que optaram direta e expressamente por recebê-las.

2. Segmente as suas listas

Ainda falando sobre listas de contatos, para que o seu e-mail não caia na caixa de spam, além de ter todas as permissões adequadas, também é preciso ficar atento para não enviar conteúdos indesejados e que não conversam com o perfil de determinados clientes. Segmente bem as suas listas, afinal, existem mensagens que podem ser muito úteis para algumas pessoas, mas nem tanto para outras.

Você pode começar, por exemplo, conhecendo quem são seus clientes ativos e inativos. Quem segue comprando com frequência na sua loja? E quem são os clientes que já estão há 6, 12 ou mais meses sem interagir com seus e-mails ou sem fazer qualquer tipo de contato com o seu negócio?

Ao analisar estes dados, é possível investir na comunicação com mais frequência com aqueles que seguem comprando na sua loja, garantindo um engajamento maior e, logo, melhorando a reputação do seu e-mail. Neste momento, você também pode aproveitar para higienizar a sua base de contatos, excluindo aqueles e-mails que não interagem com a sua marca para ser mais preciso, objetivo e ágil na hora de programar os seus envios, enviando para estes e-mails inativos apenas campanhas gerais, de vez em quando.

3. Encontre a frequência adequada e constante

Se você não envia campanhas há meses, ficando inativo na caixa de entrada dos seus clientes, também é provável que perca a sua reputação e, logo, diminua as suas entregas. Encontre uma frequência adequada para se comunicar com seu público, já que enviar muitos e-mails também pode arruinar a sua reputação. Nada melhor do que encontrar o equilíbrio na comunicação com os seus clientes.

Por exemplo, você não deve enviar dois e-mails em uma semana, na semana seguinte, passar a enviar 10 e-mails e, depois, enviar apenas um. Esta falta de planejamento é não é bem vista pelo Gmail. No caso de um e-commerce, a frequência de envio ideal é de pelo menos três e-mails semanais, já que, considerando que o tempo de vida de uma campanha é de até 48h, este plano fecha o ciclo de sete dias da semana.

4. Fique de olho no engajamento

A taxa de abertura do e-mail pode ser calculada pelo número de pessoas que abriram o e-mail enviado dividido pelo número de pessoas que receberam a campanha de e-mail. Essa métrica de engajamento é uma das mais importantes para medir os seus resultados de envio.

Resultados estes que impactam, e muito, quando o assunto é a reputação do e-mail marketing. Como falamos, altas taxas de rejeição, poucas aberturas e muitas marcações como spam prejudicam a reputação. Sendo assim, trabalhar para garantir o engajamento do seu público, com linhas de assunto interessantes e ofertas relevantes, já é um passo à frente na melhoria desta reputação.

Portanto, garantir o uso das melhores práticas no seu envio de e-mail marketing ajuda a colocar as mensagens nas caixas de entrada dos seus clientes, bem como permite que os e-mails conquistem este consumidor. E se você busca otimizar as suas campanhas, entre em contato e conte com o apoio dos nossos especialistas, que estão preparados para apoiar o sucesso do seu negócio.

Comece a digitar e aperte Enter para buscar